O Bonde de Santa Teresa

01-10-2015 / Uncategorized

A região do bairro de Santa Teresa, onde está localizado o RioForest Hostel, já é bonita por si só, mas você há de concordar que o bonde é um charme à parte! – O ”bondinho”, como é carinhosamente chamado, foi inaugurado em 1986, e tornou-se um ícone de Santa Teresa. No último mês de julho ele voltou a circular no bairro, para alegria de moradores e turistas.

Ainda em sistema de pré-operação, após ficar inoperante desde 2011, o novo bonde já realiza o trecho entre o Largo da Carioca e o Largo do Curvelo. Funciona de segunda a sábado, das 11h às 16h, com intervalos de 20 minutos. O trajeto passa pelos Arcos da Lapa, na porta do RioForest Hostel e segue até o Largo do Curvelo, próximo a pontos turísticos como o Parque das Ruínas e o Museu Chácara do Céu.

Os novos bondes têm capacidade máxima para 32 passageiros e durante esse período inicial, o transporte será gratuito. A tradição foi mantida – os carros apresentam as cores originais e os bancos de madeira, e contam ainda com modernos sistema de freios e painel de comando. As obras ainda não têm previsão para término divulgada, a ideia é que toda linha seja restaurada e implantada, ligando o Centro do Rio ao ponto mais alto do bairro.

História

A Companhia Ferro-Carril de Santa Teresa, detentora dos bondes, foi fundada em 1872, com a concessão para a exploração de uma linha entre a atual Praça Quinze de Novembro e o Largo da Lapa até à avenida Gomes Freire na esquina com a rua do Riachuelo. Em 1896, foi inaugurado o ramal de Santa Teresa, que se estendia até ao Largo dos Guimarães e à rua Almirante Alexandrino.

A partir de 1968, apenas os bondes de Santa Teresa permaneceram em operação. Em 2005 o serviço foi interrompido durante alguns meses e desde agosto de 2011 estava completamente parado. Mas agora voltaram a funcionar, mesmo que parcialmente.

Curiosidades

  •   Os bondes eram pintados na cor verde, mas passaram a ser pintados de amarelo laranja após reclamações de moradores que diziam que eles se confundiam em meio à vegetação do bairro.;
  •   Os condutores de bondes elétricos são chamados de motorneiros;
  •   Nos novos bondes não é permitido viajar em pé, nem nos estribos – que são retráteis e acionáveis no momento de parada nos pontos.

O passeio

O bonde sobe Santa Teresa passando por cima dos Arcos da Lapa. Assim, como se fosse ao ritmo do samba, ele ginga pelas curvas, sobre os trilhos encravados no chão de paralelepipedo. Segue deslizando pelo bairro de casarões históricos, onde restaurantes descolados e ateliês dividem as calçadas com gente simples e artistas cariocas.

Para quem fica hospedado no RioForest Hostel, além de útil como transporte, o bonde oferece uma experiência incrível. Suba em um dos carros e passe uma tarde em Santa Teresa: desça, caminhe por ruas arborizadas, almoce, visite espaços dedicados à cultura, veja e faça belíssimas fotos de vários cartões postais do Rio de Janeiro nos mirantes.

Algo mais

Venha para o Rio e hospede-se no RioForest Hostel, um lugar descolado, agradável, com facilidades e bom preço!

 

 

20707675856_943ec90b7f_z 3877542185_94377211aa_z

* Imagens de divulgação cedidas pela Secretaria de Turismo da Cidade do Rio de Janeiro